Muitos e muitos anos atrás…

Thais Marinho | Pra Ler

Já ouviu falar no filme O Som do Trovão, dirigido por Peter Hyams? Dizem que ele não é lá grandes coisas, mas foi baseado num conto muito bom – de mesmo nome – de Ray Bradbury. Nascido em Illinois, Estados Unidos, em 1920, Bradbury é um autor conhecido de ficção científica. Ao longo da sua vida, ele já publicou 30 livros, 600 contos e muitos poemas e ensaios. Bradbury ficou mais conhecido a partir da publicação de Crônicas Marcianas (The Martian Chronicles), em 1950.

Taí a obra-prima de Ray Bradbury

Taí a obra-prima de Ray Bradbury

Em 1953, ele publica o livro que é considerado por muitos um clássico, sua obra-prima: Fahrenheit 451. Esse livro virou um filme, dirigido François Truffaut. Já esse filme dizem que é muito bom. A história também ajuda. O conto se passa num mundo de censura, onde a palavra escrita é proibida. Todos os livros são queimados pelo estado. Numa tentativa de salvar a cultura, um grupo de rebeldes memoriza as obras de literatura e filosofia.

Mas voltando ao O Som do Trovão… o filme segue a partir do ponto onde o conto parou. Já a história em prosa se passa em 2055. Uma empresa é especializada em safáris não muito comuns. Safáris no tempo, séculos e mais séculos pra trás. A idéia é caçar dinossauros. Mas todo o cuidado deve ser tomado para que nada – nem um ínfimo detalhe – se modifique no passado. Vale a pena ler. Aqui você encontra um lugar que tem o conto na íntegra. E aqui, descobre mais sobre o autor.

Nessa obra, o conto "O Som do Trovão" foi publicado

Nessa obra, o conto “O Som do Trovão” foi publicado

Thais Marinho

Ainda são poucos os livros na minha estante e muitos na lista para serem lidos, mas a paixão por eles já está há muito tempo instalada. Hoje, cá estou, quase ex-jornalista, estudante de Letras, atualmente em terras hermanas, desbravando o argentinês e as literaturas hispano-americanas.