Literatura na net

Literatura na netpraler | Pra Ler

Em geral, quem gosta de ler não abre mão de ter o livro ali, na cabeceira da cama. De carne e osso. Ou melhor, de página e tinta. Enfim, você entendeu a idéia. Mas mesmo quem considera um sacrilégio ler uma obra na tela de um computador tem que saber que a internet pode ser uma mão na roda para os aficionados por leitura.

Você, por exemplo, já ouviu falar no Skoob? É uma rede de leitores brasileira.   ‘A primeira e maior’, como eles mesmos dizem. É tipo um orkut ou facebook da vida. Lá você cadastra os livros que já leu, aqueles que está lendo, os que ainda vai ler, quais livros abandonou, coloca resenhas… e compartilha tudo isso com seus amigos ou com pessoas que te seguem (à la twitter). Pelo seu perfil, as pessoas conseguem saber mais sobre o seu gosto e vice e versa. Legal é que o Skoob (books ao contrário) é um site brasileiro. Quem animar de entrar me adiciona lá como amiga 😉

Outro site legal é o Trocando Livros. Você se cadastra e oferece livros que você queira trocar. Se alguém solicitar seu livro, você tem alguns dias pra envia-lo pelo correio para quem pediu (você também pode recusar o pedido). Quem banca os encargos com o correio é quem está enviando a obra. No caso, você. Depois que a pessoa receber, você fica com um crédito para pedir qualquer livro que esteja disponível no site. Pode confiar, o seu livro chega. Eu mesma já testei e recebi tudo nos conformes.

E por último, mas não menos importante: a Estante Virtual. O site se define como “um portal criado para revolucionar a comercialização de livros usados pela internet”. Modesto, não? Mas realmente a idéia é boa. A Estante é uma ferramenta de busca, na qual você pode encontrar acervos de 1.694 sebos, de 306 cidades de todo o país. E o serviço de entrega dos livros não perde em nada pra nenhuma grande livraria.

Uma boa pra quem está de férias, né não?

Thais Marinho

Ainda são poucos os livros na minha estante e muitos na lista para serem lidos, mas a paixão por eles já está há muito tempo instalada. Hoje, cá estou, quase ex-jornalista, estudante de Letras, atualmente em terras hermanas, desbravando o argentinês e as literaturas hispano-americanas.