O mundo em 80 livros

O mundo em 80 livrosDylan Luder / unsplash

“A literatura pode te levar para vários lugares, sem sair de casa”. Com certeza você já ouviu essa frase da boca de alguém, seja da sua mãe, daquela professora do ensino fundamental ou mesmo de algum desconhecido na esquina. É quase um senso comum. Talvez você já deva ter se questionado muitas vezes se ela é verdade ou não. Se eu quiser visitar o Zimbábue, dá?

Claro que dá. Basta ler o livro “Debaixo da minha pele”, da ganhadora do Nobel de Literatura de 2007, Doris Lessing. Mas se o Zimbábue não é um destino que lhe agrada, você pode conhecer o Sri Lanka através do “Bandeiras Pálidas”, de Michael Ondaatje, mesmo autor de “O Paciente Inglês”.

E será que é possível dar uma volta ao mundo sem sair da biblioteca? Essa é a proposta do infográfico elaborado pelo site Educar para Crescer. Lá você pode conhecer livros que representam países de cada um dos cinco continentes, passando por países como Itália, Inglaterra, Estados Unidos, Japão e China, até países como Líbia, República Tcheca e Porto Rico.

Clique na imagem para visitar o infográfico

Ah, e se quiser conhecer algumas regiões do Brasil não faltam opções. Os paulistas estão representados por “Poesias Completas”, de Mário de Andrade. Os cariocas têm Machado de Assis e “Dom Casmurro” como livro de referência. “Dona Flor e seus dois maridos” mostra Jorge Amado e as terras baianas. Para finalizar, Minas Gerais está descrita nas linhas de Guimarães Rosa e seu “Grande Sertão: Veredas”.

Brunin Assis

Cheirei um livro pela primeira vez aos quatro anos. Aos dez já era frequentador de bibliotecas. Aos quinze comecei a consumir exemplares mais pesados. Aos vinte não conseguia mais sair de casa sem um livro. Hoje sonho em ter uma casa cheia deles, mas tenho medo de ser preso por tráfico de cultura.