Ninguém lê a mesma história

Ninguém lê a mesma históriaDylan Luder / unsplash

Ao discutir um livro com alguém, você já deve ter percebido que nunca as percepção que se tem da história é a mesma. Isso é claro, pois cada pessoa percebe e destaca com mais clareza aquilo que é mais interessante para ela. É justamente esse o conceito utilizado pela agência Y&R Bogotá, da Colômbia, para criar o anúncio para o marca-texto da Assenda Ofixpress Highlighter.

A partir de cenas de três clássicos da literatura mundial – Dom Quixote, Pequeno Príncipe e Moby Dick – pequenos detalhes são mostrados em destaque, dependendo da profissão de quem está lendo a história. O resultado é fantástico.

A agência levou para casa o Leão de Prata de Press no Festival de Cannes deste ano. Para ampliar as imagens e ver todos os detalhes, é só clicar nelas.

O Pra Ler viu esse tema lá no Mais 1 Livro.

Brunin Assis

Cheirei um livro pela primeira vez aos quatro anos. Aos dez já era frequentador de bibliotecas. Aos quinze comecei a consumir exemplares mais pesados. Aos vinte não conseguia mais sair de casa sem um livro. Hoje sonho em ter uma casa cheia deles, mas tenho medo de ser preso por tráfico de cultura.