[Última entrevista] Graham Greene

Victor Vieira | Pra Ler

Em matéria de morte, parece que Graham Greene não teve o mesmo êxito que na literatura. Das inúmeras tentativas de suicídio, nenhuma funcionou. Para compensar, o tema foi bem presente em suas obras. Diversos de seus personagens levaram adiante o projeto de antecipar a partida deste mundo.

A morte não foi a única polêmica nas obras do escritor britânico. Em seus textos, havia fortes dualidades entre fé e pecado, política e moralidade. Dizem que não houve melhor crítico à teologia que o católico Graham Greene. De pecado, ele também entendia: era péssimo marido e adúltero confesso.

Além de alfinetar bastante, poucos viajaram igual a ele. Da fria Inglaterra, passou por Serra Leoa, Itália e Quênia, pelaa Polônia stalinista e o distante Haiti. Dos Estados Unidos, saiu fugido por causa de uma reportagem sobre Shirley Temple, a menina-prodígio da mídia daquela época. O texto incomodou tanto os poderosos de Los Angeles que o escritor foi avisado para escapar às pressas.

As milhas de voo ainda renderam um bocado de páginas. Exilado no México, escreveu O Poder e a Glória. Antes da guerra, o Vietnã ganhou destaque internacional com O Americano tranquilo, que lançou a suspeita de comunismo sobre o autor. Em Cuba, talvez para reforçar a fama, ficou amigo de Fidel Castro e assinou Nosso homem de Havana.

Terminou seu périplo na tranquila Suiça, a terra do relógio-cuco. Graham Greene, que tanto quis abreviar a vida, morreu de leucemia aos 86 anos de idade.

Confira a última entrevista dada pelo escritor britânico publicada no jornal The Boston Phoenix. Imagem daqui.

Victor Vieira

Não leio bula de remédio. Falar isso seria exagero e estou longe de virar hipocondríaco. Mas é verdade que com as letras arrisquei quase tudo. No jornalismo, aprendi a espremer palavras para sair notícia. A ficção me ensinou a percorrer lugares na distância entre uma prateleira e outra. E escrever garante, a mim e a quem mais embarcar, novos roteiros para essas viagens.

Últimos posts por Victor Vieira (exibir todos)