Os 20 finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2012

Os 20 finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2012Redd Angelo / unsplash

A lista dos 209 concorrentes ao Prêmio São Paulo de Literatura 2012 caiu para 20 nomes. As obras finalistas foram divulgadas hoje , quinta-feira, dia 2. O Prêmio se divide em duas categorias: Melhor Livro do Ano e Melhor Livro do Ano — Autor Estreante. Para concorrer, as obras precisariam ter sido publicadas em língua portuguesa, no Brasil, em 2011. Participaram, ao todo, 101 editoras de todo o país e dois autores com livros independentes.

O próximo passo é passar pelo crivo de um júri com cinco especialistas, entre críticos literários, escritores, livreiros e professores universitários, que vão selecionar um autor em cada categoria. A divulgação dos vencedores será feita em setembro. Cada ganhador leva R$ 200 mil. O Prêmio São Paulo de Literatura é o que concede a premiação com o maior valor no Brasil. Com o objetivo de estimular a leitura, o Prêmio foi criado pelo Governo do Estado de São Paulo em 2008.

Entre os autores veteranos que são finalistas, estão:

Adriana LunardiA vendedora de fósforos – (Rocco)
Bartolomeu Campos de Queirós Vermelho amargo (Cosac Naify)
Domingos PellegriniHerança de Maria (Leya)
Hélio Pólvora Don Solidon (Casarão do Verbo)
Luiz RuffatoDomingos sem Deus (Record)
Luiz VilelaPerdição (Record)
Michel LaubDiário da queda (Cia. das Letras)
Paulo ScottHabitante irreal (Alfaguara)
Silvio Lancellotti Em nome do Pai dos Burros– (Global)
Tatiana Salem Levy Dois rios (Record)

Já entre os estreantes:

Ana MarianoAtado de Ervas (L&PM)
Bernardo KucinskiK (Expressão Popular)
Chico Lopes O Estranho no Corredor (Editora 34)
Edmar Monteiro Filho Fita azul (Babel)
Eliane Brum Uma duas (Leya)
Júlian FuksProcura no romance (Record)
Luciana HidalgoO Passeador (Rocco)
Marcos Bagno As memórias de Eugênia (Editora Positivo)
Susana FuentesLuzia (7 Letras)
Suzana MontoroOs Hungareses (Ofício da Palavra)

Vimos no Jornal Rascunho, com informações do site da Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo

Thais Marinho

Ainda são poucos os livros na minha estante e muitos na lista para serem lidos, mas a paixão por eles já está há muito tempo instalada. Hoje, cá estou, quase ex-jornalista, estudante de Letras, atualmente em terras hermanas, desbravando o argentinês e as literaturas hispano-americanas.