Bienal SP: possibilidades do meio digital

Bienal SP: possibilidades do meio digitalBrandon Redfern / reprodução

Já faz algum tempo que o mercado editorial brasileiro está em polvoroso com as possibilidades do meio digital. Então, nada mais natural que a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que começa amanhã, dia 9, trate do tema. Dentro da programação de um dos espaços do evento, o Livros & Cia., a questão digital será abordada durante todo o dia 10.

Com mediação de Carlos Carrenho, diretor geral e sócio-fundador do Publishnews, as seis mesas contarão com a presença de figuras importantes do meio como o CEO (Chief Executive Officer) do Copia Interactive; Russ Grandinetti, vice-presidente mundial da Amazon; e Marcílio Pousada, CEO da Livraria Saraiva. Confira abaixo mais informações sobre a programação do segundo dia de Bienal no espaço o Livros & Cia.:

Mesa 1 – 11:00 A Revolução Digital: Como aproveitar suas vantagens e evitar seus riscos
Palestrante: Andrew Lowinger

Andrew Lowinger, CEO do Copia Interactive, empresa do grupo DMC Worldwide que há 40 anos investe em tecnologia, vai apresentar a plataforma Copia que já está funcionando no Brasil em parceria com a Submarino. A plataforma foca na importância das mídias sociais e em seu modelo de negócios que procura se associar às empresas do setor e não substituí-las. Lowinger também vai abordar o presente dos livros digitais e as possibilidades para o futuro no meio.

Mesa 2 – 13:30 – A Amazon e o novo normal: possibilidades digitais do Kindle
Palestrante: Russ Grandinetti

O convidado da segunda mesa do dia é ninguém menos que o vice-presidente mundial da Amazon e o responsável por gerenciar todo o projeto mundial do Kindle. Grandinetti está na empresa desde 1998 e acompanhou o nascimento do Kindle. O figurão vai contar um pouco da história dessa tecnologia e como ela mudou o mercado editorial.

Mesa 3 – 15:00 – A Saraiva e as soluções digitais para o mercado brasileiro
Palestrante: Marcílio Pousada

Na terceira mesa, é a vez de discutir o mercado brasileiro. Marcílio Pousada, executivo da Saraiva, empresa que mais vende e compra livros no Brasil, vai discutir o pioneirismo do empreendimento na comercialização de livros digitais. A elaboração da plataforma da Saraiva que permite a leitura em tablets, celulares, desktops também será pauta da discussão.

Mesa 4 – 16:30 – OpenEdition: uma solução Freemium para a publicação acadêmica de ciências humanas
Palestrante: Marie Pellen

A fracesa Marie Pellen é a responsável pelo projeto OpenEdition para a língua portuguesa, que traz um modelo econômico com base no acesso livre a publicações acadêmicas de ciências humanas. A plataforma trabalha com modelos de licenças para a distribuição de conteúdo acadêmico.

Mesa 05 – 18:00 – A revolução digital e os novos modelos de negócio
Palestrante: Jesse Potash

Jesse Potash, fundador da Pubslush Press, listou para a apresentação uma série de empresas que estão trazendo rupturas para o mercado editorial. Entre elas a própria Pubslush Press, uma plataforma de publicação social para novos autores baseada em crowdfunding.

Mesa 06 – 19:30 – A revolução digital no Brasil: perspectivas tropicais
Debatedores: Eduardo Melo & Julio Silveira

A última mesa da programação do espaço Livros & Cia. vai discutir a velocidade com que as mudanças trazidas pelo meio digital chegam ao mercado editorial brasileiro. Para debater o tema, Julio Silveira, da Imã Editorial, e Eduardo Melo, fundador da Simplíssimo.

Julio Silveira vai abordar as oportunidades e ameaças da revolução digital para autores e editores. Já Eduardo Melo vai falar sobre do lugar do editor brasileiro em meio às novidades digitais do mercado.

Thais Marinho

Ainda são poucos os livros na minha estante e muitos na lista para serem lidos, mas a paixão por eles já está há muito tempo instalada. Hoje, cá estou, quase ex-jornalista, estudante de Letras, atualmente em terras hermanas, desbravando o argentinês e as literaturas hispano-americanas.