Morre autor mineiro Autran Dourado

Morre autor mineiro Autran DouradoRedd Angelo / unsplash

Numa manhã de domingo, descansando em casa com a família no Rio, aos 86 anos. Foram assim os últimos momentos em vida do escritor, advogado, jornalista e político mineiro, Autran Dourado. Entre 1947 (Teia) e 2003 (Monte da Alegria), o contador de histórias mais ilustre de Patos de Minas publicou 16 romances, além de ensaios teóricos e histórias curtas. Dourado era reconhecido por seu estilo peculiar de tratar das grandes questões humanas através do simplório interior de Minas Gerais representado, na maioria das vezes, pela fictícia cidade de Duas Pontes.

Dentre os prêmios recebidos, o Jabuti em 1992, o Goethe de Literatura do Brasil em 1981, o Camões em 2000 (o mais importante da literatura em língua portuguesa) e o Machado de Assis em 2008. Como se não bastasse, seu livro mais reconhecido, Ópera dos Mortos (1967), está listado no ranking de Obras Representativas da Unesco, que reúne itens da literatura mundial recomendados pela organização. Segundo afirmou a presidenta da Academia Brasileira de Letras, Ana Maria Machado, ao portal Band Cultura, “a obra dele encarnou muito a memória de Minas, a interiorização mineira, a intimidade, a presença da família. Ele tinha uma tremenda consciência de seu ofício, uma clareza sobre o que era escrever. O Risco do Bordado é um livro de quem conhece tudo. Autran Dourado era muito profissional.”

A Barca dos Homens (1961), Uma Vida em Segredo (1964), Os Sinos da Agonia (1974) e As Imaginações Pecaminosas (1981) são exemplos de outras de suas reconhecidas obras.

 Imagem : O Popular

Ennio Rodrigues

Adoro as mais improváveis viagens que se pode imaginar a partir de um texto, até as divergentes. Não sou leitor precoce, mas tenho uma ótima arma: curiosidade. D’O Guia do Mochileiro das Galáxias ao Machado. Foi um amigo que disse certa vez e concordo: “nem que passasse a vida inteira a ler, terminaria todos os Clássicos! Em vez disso, prefiro apenas tentar encontrar livros que me tirem do lugar”.