Belorizontinos leem mais

Belorizontinos leem maisRedd Angelo / unsplash

Você leu algum livro nos últimos 30 dias? 4 em cada 10 habitantes de Belo Horizonte responderiam que sim. A capital mineira é a que apresenta os melhores índices de leitura do país – empatada apenas com Porto Alegre –, de acordo com a pesquisa do Target Group Index, do Ibope Media, divulgada na primeira quinzena de janeiro. Em todo o Brasil, um terço dos entrevistados pelo Instituto respondeu que havia lido pelo menos um livro no último mês, 53% declararam ler com frequência e 47% disseram que só leem de vez em quando.

A pesquisa também mostrou que as mulheres saem na frente quando o assunto é leitura. Do grupo dos que se dedicam a um livro no país, 60% são do sexo feminino. Quem tem entre 25 e 34 também lê mais, de acordo com o estudo. E o poder aquisitivo é outro que faz pesar a balança da leitura no país. 54% dos leitores pertencem às classes AB (acima de 10 salários mínimos), 40% à classe C (4 a 10 salários mínimos) apenas 6% estão na classe DE (até 4 salários mínimos).

A pesquisa foi realizada nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, BeloHorizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Brasília e nos interiores de São Paulo e das regiões sul e sudeste. Foram entrevistadas 20.736 pessoas, entre julho de 2011 e agosto de 2012, de ambos os sexos, das classes AB, C e DE com idades entre 12 e 75 anos.

Vimos na Veja BH

Com informações do Ibope 

Imagem: PBH

Julia Marques

Julia Marques

Quando era bem pequena resolvi escrever um livro. Era a história de um barquinho que perdeu o rumo no mar. Desde então, minha relação com a literatura vem em ondas: às vezes bate forte, sacudindo tudo. Outras vezes sossega. Encontrei no Pra Ler o sopro para essa aventura. Meu barquinho infantil segue cambaleando por esse mar de histórias, personagens, e cenários. Talvez um dia ele aviste um porto.
Julia Marques